quinta-feira, 23 de agosto de 2007

A FÚRIA DA NATUREZA

A fraqueza do ser humano perante as forças da natureza. Infelizmente são sempre os mais fracos que sofrem.

O Furacão Dean assolou as Caraíbas e a costa mexicana. Por cá as notícias preocuparam-se com os turistas portugueses. Esses podem sempre apanhar um avião ou mudar para um hotel mais seguro.
E as populações?
Quase sempre gente pobre que não pode fugir, quem fala deles?

Visto aqui: A Minha Matilde

8 comentários:

Um Momento disse...

Sim... e os que têm que viver com isso?... Ou Sobreviver?

Triste... quando a Mãe Natureza se enfurece:(((
Deixo um beijo

(*)

Miguel disse...

Infelizmente, as preocupações centralizaram-se no turismo presente nesses paises ...!

Um abraço da M&M & Cª!

wind disse...

Falas tu e os poucos que se preocupam.
Beijos

CORCUNDA disse...

É verdade, muito verdade.
Infelizmente a vida humana não tem o mesmo valor, dependendo do ponto do globo.
Há para aí muito boa gente que ainda se continua a regular pelos cálculos bushianos:
1 estado unidense = 10 europeus = 1000 africanos = 10.000 asiáticos.
Um excelente post com uma foto marcante, para despertar consciências.
Abraço do Corcunda.

Papoila disse...

Verdade

Parabéns ao "A MINHA MATILDE" e a ti por focarem estas questões.

Já agora
(Não gosto da barata na Margarida )
Beijoquinhas

BF

papagueno disse...

Papoila, vais-me desculpar, não sei que insecto é mas não é uma barata.
beijinhos

avelaneiraflorida disse...

A imagem deixa-nos, sem dúvida, impotentes...sobretudo pela criança que ali se encontra...e pelos outros que não vemos!!!!

No entanto, os cuidados, como sempre, foram para os turistas de que se alimenta a vida naquelas pagarens...
ESTRANHAS formas de vida!
Bjks

ANTONIO DELGADO disse...

é uma excelente imagem. Nenhuma palavra pode ultrapassar aquilo que ela descreve.

Mas seria bom que a comunidade internacional não ficasse meramente pela estética. Parece que esta absorveu toda a solidariedade humano em relação às incongruencias deste mundo.

Parabens pelo alerta
Bom fim de semana
António