quinta-feira, 23 de agosto de 2007

POESIA E PINTURA


CREPÚSCULO

Teus olhos, borboletas de ouro, ardentes
Borboletas de sol, de asas magoadas,
Pousam nos meus, suaves e cansadas
Como em dois lírios roxos e dolentes…

E os lírios fecham… Meu amor não sentes?
Minha boca tem rosas desmaiadas,
E a minhas pobres mãos são maceradas
Como vagas saudades de doentes…

O silêncio abre as mãos… entorna rosas…
Andam no ar carícias vaporosas
Como pálidas sedas, arrastando…

E a tua boca rubra ao pé da minha
É na suavidade da tardinha.
Um coração ardente palpitando…
RUÍNAS

Se é sempre Outono o rir das primaveras,
Castelos, um a um, deixa-os cair...
Que a vida é um constante derruir
De palácios do Reino das Quimeras!

E deixa sobre as ruínas crescer heras.
Deixa-as beijar as pedras e florir!
Que a vida é um contínuo destruir
De palácios do Reino das Quimeras!

Deixa tombar meus rútilos castelos!
Tenho ainda mais sonhos para erguê-los
Mais altos do que as águias pelo ar!

Sonhos que tombam! Derrocada louca!
São como os beijos duma linda boca!
Sonhos!... Deixa-os tombar... deixa-os tombar...

Poemas: Florbela Espanca
Livro de Soror saudade, 1923
Imagens: Nancy Margolis

7 comentários:

ANTONIO DELGADO disse...

" a vida é um contínuo destruir"

de facto é assim mesmo como diz F.E. Por vezes é necessário destruir para construir. A vida é sumamente uma adicção de destruições. Quantos vezes por dia não estamos em negociação connosco mesmos... "vou não vou; faço não faço; se faço tenho isto se não faço tenho aquilo etc."

Gostei de reler florbela.
Um abraço
António

avelaneiraflorida disse...

Papagueno,

E lá vou eu atrás da Nancy!!!!!!!!!

Uma conjugação da imagem com o soneto que é perfeita!!!

Depois dou notícias da Nancy!!!!
eheheheheh
Bjks

papagueno disse...

Força nessas pistas avelaneira.
Jocas.

wind disse...

Antes gostava, agora é demasiado depressiva.As imagens são lindas:)
Beijos

RIC disse...

Cada vez me rendo mais à poesia de Florbela Espanca... Estou feito um sentimentalão, não há dúvida!...
E a pintura é soberba!...

Papoila disse...

Não os deixes tombar. Ergue sonhos e tenta realiza-los.

Beijos
BF

pinguim disse...

Florbela só teve um defeito, que foi, paradoxalmente , uma das suas muitas qualidades:nasceu antes do seu tempo...
Belìssimos os sonetos, maravilhosas, as ilustrações.