terça-feira, 5 de junho de 2007

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE


"A natureza é o único livro que oferece um conteúdo valioso em todas as suas folhas."

Goethe
.

11 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Porém, o homem está cada vez mais a QUERER ser ANALFABETO!!!

wind disse...

Grande citação, mas concordo com avelaneiraflorida.
Beijos

papagueno disse...

É verdade minhas amigas o homem está, não só analfabeto, como também cego e surdo.
Beijinhos às duas.

Flash disse...

Hoje comento o teu post apenas com uma citação do meu pensador favorito:

Este mundo é lindo... só é pena estar infestado de gente.

FLASH, Pensador Tripeiro, Sec. XXI

Ludovicus Rex disse...

“Tudo o que existe e vive precisa de ser cuidado para continuar a existir e a viver: uma planta, um animal, uma criança, um idoso, o planeta Terra”

O Ambiente é Todos os Dias!

Um abraço

A. Jorge disse...

Flash:
Não conheço o pensador de quem falas mas dou-lhe toda a razão e a ti também por partilhares a frase muito actual!

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

By Alma Nova disse...

E mesmo, amigo! Pena é que tão poucos o saibam e queiram ler. Jokitas.

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

pois é...! :)****
o mundo é uma pequena-infinita maravilha.....*
é só saber ler cada bocadinho de sítio...!***:)*

Gi disse...

E ainda há quem não se contentando com o facto de não gostar de ler, ainda destrói o livro.

Frase e imagem 5 estrelas.

beijinhos para ti

MariaFaia disse...

" Vocês, adultos, dizem para nós, crianças, não brigarmos, não destruírmos, para dividir... Porque vocês então não fazem a mesma coisa? Se vocês não sabem como cuidar da natureza, por favor, não a destruam."

Trecho do discurso de uma das jovens canadenses que foram ao Brasil participar da Eco 92, em 11 de junho de 1992.

Beijos

Antonio Delgado disse...

Parece que que o ser humano é o unico que não está bem com aquilo que lhe foi dado pela natureza, dai a necessidade que querer transforma-la...os resultados estão à vista! É por eles que infelizmente se diferenci dos outros animais.

Um abraço
António