quinta-feira, 10 de maio de 2007

30 ANOS DE CANÇÕES

A QUEDA DO IMPÉRIO

Perguntei ao vento
Onde foi encontrar
Mago sopro encanto
Nau da vela em cruz
Foi nas ondas do mar
Do mundo inteiro
Terras da perdição
Parco império mil almas
Por pau de canela e mazagão

Pata de negreiro
Tira e foge á morte
Que a sorte é de quem
A terra amou
E no peito guardou
Cheiro da mata eterna
Laranja luanda
Sempre em flor.

Vitorino

6 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Fã da primeira fila!!!!!

Esta Queda do Império é um "must"!!!

E afinal...todas as outras!!!! As Mais Bonitas!!!!

papagueno disse...

Já tinha percebido isso minha amiga. Beijokas.

Mário Margaride disse...

Sou um admirador do Vitorino, e Esta Queda do Império...é sublime! Como "Menina estás à janela"...outra bela canção!

Abraço

Ludovicus Rex disse...

Adoro a música deste companheiro.
Um abraço

wind disse...

A minha música preferida dele:)))))))))))))
Beijos

CORCUNDA disse...

Excelente, Vitorino no seu melhor.
Abraço.