sábado, 14 de abril de 2007

O OLHAR DOS CEGOS


José Barros (© Georges Pacheco)

"O Olhar dos Cegos" e "A Memória das Lágrimas" duas magníficas exposições de Georges Pacheco patentes no Silo, espaço Cultural do Norte shopping no Porto.
"Cada exposição é constituída por 20 auto-retratos a preto e branco, nos quais as pessoas se revelam ao observador, retratadas com um cenário esvaziado de sentido, sem decoração e sem espelhos que vem focalizar a intensidade dramática em cada pessoa. Mais do que uma mera fotografia, cada “retrato-objecto” é um estudo psicológico.

Em ambas as exposições é anulada a apropriação do objecto pelo fotógrafo, que está aparentemente ausente, já que são as próprias pessoas retratadas que, através de um disparo único, se fixam em fotografia.

Idalina Pedrosa (© Georges Pacheco)


Na série “A Memória das Lágrimas”, o fotógrafo tentou perceber o que mostra de si cada pessoa que chora. Cada retrato é a história de uma lágrima, imobilizada cruamente e sem artifícios de cenário. Enquanto o modelo, isolado numa sala e decididamente só, disparava a máquina, o fotógrafo ausente aguardava o fim da operação para recolher, em questionário gravado, o cenário evocado que provocou o choro. A experiência de cada lágrima tem a ver com os acontecimentos e sentimentos evocados por cada um. A exibição dá a hipótese ao observador de entrar na memória e explicação dos que dizem porque conseguiram chorar.

Em “O Olhar dos Cegos”, mais uma vez, foram os próprios invisuais que dispararam o comando, enquanto o fotógrafo os informava do sítio da câmara. Ao visitante é lhe dada a oportunidade de confrontar as máscaras, desmascaradas ou não dos invisuais com as suas “imagens-desejo”, captadas em registo áudio.

O trabalho de Georges Pacheco poderá ser visitado todos os dias entre as 13h00 e as 24h00, até ao dia 22 de Maio."
Texto roubado daqui: Ler Para Ver


Silo, Espaço Cultural, Norte Shopping, Porto
Piso 0, Rua 2 (entre as lojas 0.240 e 0.246)
Todos os dias das 13h00 às 24h00
Até 22 de Maio

Um comentário:

gitas disse...

Já tinha visto, é de facto maravilhoso.
beijos