domingo, 8 de abril de 2007

NOITE ENLUARADA


A noite está enluarada enquanto é bela
Parece aquela que não pensa mais em mim
Dorme em seu leito, sossegada, e nem imagina
Que a minha sina é sofrer até o fim
Adoro ela desde o tempo de criança
Tenho esperança de findar-se o meu sofrer
Ainda tenho o prazer de abraçá-la
Hei de amá-la neste mundo até morrer.

Se está dormindo, meu amor, venha à janela
Que a noite é bela pra se ouvir o cantador
Eu fico triste quando canto e não te vejo
O meu desejo é gozar o teu amor
Por Deus, eu peço, não despreze quem te ama
Meu peito clama: Pra te amar foi que eu nasci!
Tu és a jovem que possui maior beleza
És a mais linda das mulheres que eu já vi.

Esta canção é uma prova de amizade
Sem falsidade eu nasci para te amar
Tu és a jovem que possui maior beleza
A natureza de um anjo a se formar
Por Deus, eu peço, não despreze quem te ama
Meu peito clama: Pra te amar foi que eu nasci!
Tu és a jovem que possui maior beleza
És a mais linda das mulheres que eu já vi.

Pato Fu

5 comentários:

wind disse...

Lindo:)
beijos

Anônimo disse...

Bela música meu amigo.
Um abraço

Mário Margaride disse...

Muito lindo papagueno, este poema.

Um abraço

Alma Nova disse...

Boa escolha! Mais um hino ao amor puro e sincero. Jokitas.

looking4good disse...

Gostei muito da poesia e da música (que não conhecia). Tem uma boa semana.