segunda-feira, 26 de novembro de 2007

MÁRIO CESARINY


Visto a esta luz és um porto de mar
como reverberos de ondas onde havia mãos
rebocadores na brancura dos braços

Constroem-te um ponte
que deverá cingir-te os rins para sempre

O que há horrível no teu corpo diurno
é a sua avareza de palavras
és tu inutilmente iluminado e quente
como um resto saído de outras eras
que te fizeram carne e se foram embora
porque verdade sem erro certo verdadeiro
nada era noite bastante para tocarmos melhor
as nossas mãos de nautas navegando o espaço
os corpos um e dois do navio de espelhos
filhos e filhas do imponderável
de cabeça para baixo a ver a terra girar

Quero-te sempre como nã querer-te?
mas esta luz de sinopla nas calças!
este interposto objecto
e o seu leve peso de eternidade


Outra coisa

Apresentar-te aos deuses e deixar-te
entre sombra de pedra e golpe de asa
exaltar-te perder-te desconfiar-te
seguir-te de helicóptero até casa

dizer-te que te amo amo amo
que por ti passo raias e fronteiras
que não me chamo mário que me chamo
uma coisa que tens nas algibeiras

lançar a bomba onde vens no retrato
de dez anos de anjinho nacional
e nove de colégio terceiro acto

pôr-te na posição sexual
tirar-te todo o bem e todo o mal
esquecer-me de ti como do gato

A vida
às portas da vida

e o azul masculino de um rio

Amor Ardente
de forma distinta

Faz hoje um ano que Cesariny nos deixou. Como homenagear um poeta que está sempre presente aqui no Bairro?
O Adeus a Cesariny
Prémio Vida Literária atribuido a Mário Cesariny
Cesariny no Bairro2

Poemas: Mário Cesariny, "Pena Capital"
Quadros: Mário Cesariny

12 comentários:

Maria del Sol disse...

Um poeta e pintor de excepção, e uma grande perda para as artes. Todas as homenagens são merecidas :)

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

BELISSIMA HOMENAGEM!!!!! e seria de esperar outra coisa, vinda deste cantinho?????

Ainda não tive tempo de colocar o meu post de hoje ...mas já sei o que vou deixar...
UM BOM DIA, PARA TI!
Bjks

SA disse...

gostei do poema :) muito a propósito a sondagem ao lado.. tbém fiz uma brincadeira com o caso. parabéns pela renovação bloguistica
ps: em breve a aldina vai enviar-te as fotos do jantar
beijinhos

papagueno disse...

Sa: Vi a entrada do teu voto, estavas mesmo em cima do acontecimento pois votámos quase ao mesmo tempo.
Ok fico à espera das fotos.
beijinhos

Papoila disse...

Parabéns pela homenagem. Estará sempre entre nós na sua obra.

Beijos
BF

wind disse...

Xiiiiiiiiiiii esqueci, e logo um dos meus poetas de eleição:(
Adoro o seu surrealismo e a sua rebeldia:)
Vou fazer um link para aqui:)
beijos

peciscas disse...

O Cesarini merece todas as homenagens.
Hoje e todos os dias.

Gi disse...

Falho sempre, vá lá, desta vez pequei por antecipação, postei um poema dele ontem. Como é que vocês andam sempre actualizados nestas coisas? Passam-me completamente ao lado ... também não façlo muita questão diga-se de passagem.:)

Gostei de tudo o que aqui deixaste. Para variar ... :)

beijinhos

Gi disse...

Já votei. Que mania de seguir a maioria ;)

outro beijo

pinguim disse...

Depois de um comentário que li no blog do André, já sabia que iria encontrar aqui ou "noutro lado" uma justa homenagem a esse grande Artista (nunca um nome foi tão apropriado) que foi Mário Cesariny; infelizmente não posso como tu muito bem fizeste, indicar os posts que há um ano escreveste quando do seu desaparecimento, pois o meu anterior blog também desapareceu; apesar de tudo poderia repeti-los de novo, pois recuperei-os, mas sem as fotos que o completavam.
Abraço.

Céu disse...

Gostei da homenagem.

papagueno disse...

Peciscas e Céu: O Cesariny merece mesmo todas as homenagens.
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Um abraço