quarta-feira, 4 de junho de 2008

O MEU AMOR EXISTE


O meu amor tem lábios de silêncio
E mãos de bailarina
E voa como o vento
E abraça-me onde a solidão termina

O meu amor tem trinta mil cavalos
A galopar no peito
E um sorriso só dela
Que nasce quando a seu lado eu me deito

O meu amor ensinou-me a chegar
Sedento de ternura
Sarou as minhas feridas
E pôs-me a salvo para além da loucura.

O meu amor ensinou-me a partir
Nalguma noite triste
Mas antes, ensinou-me
A não esquecer que o meu amor existe.

Jorge Palma

PARABÉNS PADRINHO!

4 comentários:

wind disse...

Lindooooooooooo:)
Beijos

Mandillo disse...

Nem por acaso....Depois do teu comentário, com o qual estou completamente de acordo. Aquele filmezinho é um Flash!

Mas em boa hora escreves-te no meu espaço. Li, estava triste, fiquei mais contente, vim ao teu espaço, e encontrei, uma rosa como umas que tenho no meu jardim e uma canção que me enche o coração.
Agradecida

Luís Galego disse...

O meu amor ensinou-me a
não esquecer que o amor existe...bonito...

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

e que padrinho bem merecedor desta homenagem!!!!
Bjkas!