quinta-feira, 11 de outubro de 2007

INCÊNDIO


Pôr-do-sol em Veneza
Claude Monet



Se conseguires entrar em casa e
alguém estiver em fogo na tua cama
e a sombra duma cidade surgir na cera do soalho
e do tecto cair uma chuva brilhante
contínua e miudinha - não te assustes

são os teus antepassados que por um momento
se levantaram da inércia dos séculos e vêm
visitar-te

diz-lhes que vives junto ao mar onde
zarpam navios carregados com medos
do fim do mundo - diz-lhes que se consumiu
a morada de uma vida inteira e pede-lhes
para murmurarem uma última canção para os olhos
e adormece sem lágrimas - com eles no chão.

Al Berto
"Horto de Incêndio"

11 comentários:

RIC disse...

Parabéns, meu caro!
Al Berto e a Veneza incendiada de poente de Monet ajustam-se na perfeição!
Que poema magnífico de serenidade!
Abraço! :-)

sniqper © disse...

Mais um belíssimo texto, força...

Gi disse...

Magnífico.

beijos


Passa pelo meu espaço, último post de hoje s.f.f. tens uma encomenda para levantar.

outro :)

Belzebu disse...

Que posso dizer? Um poema de uma intensidade tão característica do Al Berto, com a deslumbrante Billie Holiday em fundo. Valeu o momento!

Aquele abraço infernal!

Maria del Sol disse...

Este post é uma festa para os sentidos. Monet, Al Berto e Billie Holliday assim reunidos é um deleite pleno. Sabe sempre bem voltar cá :)

avelaneiraflorida disse...

3 em 1!!!!!

LINDO!!!! LINDO!!!!!
Podes não ter tanto tempo, mas quando reapareces trazes sempre coisas bonitas!!!!!
"Brigados"!!!!!!
Bjks

3vairado disse...

Uma nostalgia cortante que nem o fogo consome!

wind disse...

Maravilhoso post!:)
beijos

pinguim disse...

Que mais se pode desejar? Relembrar a palavra sempre magnifica de Al Berto, ouvindo uma voz também precocemente desaparecida, e vislumbrar um sol a brilhar as águas da "laguna", via Monet...
Brilhante.

Fátima disse...

Amigo,

Sempre boas e cativantes as tuas escolhas...
LINDO!!
Parabéns!

:-) Jokinhas

nana disse...

o que eu gosto de al berto......


:,o)