quarta-feira, 24 de outubro de 2007

HERMITAGE EM LISBOA


A exposição “Arte e cultura do Império russo nas colecções do Hermitage: de Pedro, o Grande, a Nicolau II”, traz a Lisboa cerca de meio milhar de magnificas peças de pintura, escultura e artes decorativas que se estendem de setecentos aos início do século XX. A exposição centra-se na diversidade das personagens reais e na riqueza da vida de corte da dinastia imperial dos Romanov.
Entre as cerca de 500 obras patentes ao público, destacam-se: Retratos da família imperial, vistas de S. Petersburgo, trajos das czarinas e fardas da Guarda Imperial, assim como peças de mobiliário, baixelas e algumas das famosas jóias desenhadas por Fabergé.

A exposição vai estar patente entre os dias 26 de Outubro e 17 de Fevereiro na Galeria D. Luís no Palácio Nacional da Ajuda. Prevê-se que esta seja apenas a primeira de uma série de três exposições que se realizarão entre 2007 e 2009 que antecedem a instalação de uma filial em Lisboa do célebre museu russo.


Mais informações no site do IPM

8 comentários:

wind disse...

A cultura sempre neste blog:)))
Beijos

Gi disse...

E eu vou ver :) Passei a minha infância ao pé desse Palácio, vai ser bom rever os sítos onde fui tão feliz quando a fôr ver.

Um beijinho para ti

(com a abertura dos novos blogues há 3 dias que ando com as visistas em atraso. desculpa.)

papagueno disse...

Minha cara amiga, se tu andas com as visitas em atraso imagina eu...

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

que boa dica...
também tenho uma para a troca!!!!

BOM RESTO DE DIA!!!!!
BJks

pinguim disse...

Parece que o mal é geral, no que respeita ao atraso nos comentários dos blogs; o tempo escasseia, os blogs da minha lista são muitos (e ainda bem...) e eu gosto de ver tudo.
Daí algum atraso ...
Abraço.

Ludovicus Rex disse...

Haja Cultura. Boa Música
Um Abraço

Alma Nova disse...

Eu também ando meio atrasada nos comentários. Mas é sempre com prazer que visito este sítio, onde a cultura é nota dominante.
Jokitas

Maria Faia disse...

Uma boa sugestão Papagueno.

Um abraço amigo,

Maria Faia