quinta-feira, 14 de agosto de 2008

A POESIA DA VIDA



A poesia é a vida? pois claro!
Conforme a vida que se tem o verso vem
- e se a vida é vidinha, já não há poesia
que resista. O mais é literatura,
libertinura, pegas no paleio;
o mais é isto: o tolo de um poeta
a beber, dia a dia, a bica preta,
convencido de si, do seu recheio...
A poesia é a vida? Pois claro!
Embora custe caro, muito caro,
e a morte se meta de permeio.

Alexandre O'Neill

6 comentários:

pinguim disse...

Bem tipico do O'Neill...
Abraço.

Arion disse...

:)))) Abraço!

wind disse...

Sempre excelente AO:)
Beijos

Maria disse...

Mais que verdade, mais que incisivo... Um beijo.

pin gente disse...

que seriamos de nós sem os poetas?
depois de ter lido o post de cima, não consigo dizer outra coisa.

bonito o'neill

Mandillo disse...

Que poema!!!!
Lindo!