terça-feira, 25 de dezembro de 2007

CHARLIE CHAPLIN

Sir Charles "Charlie" Spencer Chaplin
6 de Abril 1889 - 25 Dezembro 1977



Faz hoje 30 anos que faleceu o simpático vagabundo de olhos doces que tanto nos fez rir, chorar e sonhar...


Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém.
Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.
Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
“quebrei a cara muitas vezes”!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).
Mas vivi, e ainda vivo!
Não passo pela vida…
E você também não deveria passar!
Viva!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é “muito” pra ser insignificante.

Charlie Chaplin

6 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Não...não podemos passar pela VIDA!!!!Temos de VIVÊ-LA!!!!

Que boa lembrança ...com as palavras do eterno sonhador!!!!

Bjkas, Amigo Papagueno!!!!

wind disse...

e Ele tem razão:)
Beijos

Marreta disse...

Um génio, um mago, um ser ímpar, pela dimensão da sua obra, pela personalidade, pelo desafio.
Inesquecível e incontornável.
Saudações do Marreta.

pinguim disse...

Foi das personagens mais marcantes de toda a história do cinema; geralmente "ficamo-nos" pelos filmes mudos de Charlot, mas Chaplin foi muito mais que isso: ele fez tudo, no cinema, e fez tudo brilhantemente!!!

lô_lô[]ka disse...

Olá..

tbm gosto mt do Charlie Chaplin....

amo o olhar dele..

mt querido

bom saber que ele tem muitos admiradores

bj lô

Anônimo disse...

Oie!
Vi que você gosta do poema Vida (Já perdoei erros quase imperdoáveis).

Esse poema circulava pela net como sendo do Charles Chaplin, mas na verdade é de um poeta brasileiro chamado Augusto Branco!

Segue o link dos blogs dele pra você:
A Grandeza que há em cada um:
http://agrandeza.blogspot.com

Augusto Branco
http://augustobranco.blogspot.com

- Só repassando!rsrs

Beijinhos!!


Izabela Camargo