domingo, 18 de maio de 2008

MEMORIA DA NOITE


«Madrugada, o porto adormeceu, amor,
a lúa abanea sobre as ondas
piso espellos antes de que saia o sol
na noite gardei a túa memoria. »

Luar na Lubre

4 comentários:

wind disse...

É linda esta música, como muitas deles!:)
Beijos

pinguim disse...

A foto, a música e a palavra numa simbiose perfeita.
abraço.

3vairado disse...

na música há uma melancolia que a festa do luar não percebe, apesar da sombra doente da quilha;

Belo post!!!!

avelaneiraflorida disse...

IMAGEM LINDA!!!!
a noite persiste na beleza...

Bjkas!!