sábado, 17 de maio de 2008

DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A HOMOFOBIA

Um casal homossexual espera por assistência depois de uma agressão homofóbica em Budapeste.
2º lugar na categoria Questões Contemporaneas do World Press Photo.
Fotografia de Zsolt Szigetváry


A propósito deste dia lembrei-me de uma conversa com uma grande amiga em que ela me dizia:

"Sabes uma coisa? Como lésbica, sou para prácticamente todas as religiões do mundo, uma ninfomaníaca tarada e perversa. Para negros, ciganos, orientais, portugueses, estrangeiros e até defecientes sou fufa, camionista, sapatão, macha ou fessureira.Como podes ver a homossexualidade está mesmo no ponto mais baixo das minorias."

Ainda lhe respondi: "Para piorar as coisas partes logo com a desvantagem de seres mulher."
Acho que não fui lá muito animador.

5 comentários:

Alma Indigo disse...

A ignorância é um dos piores males.
bjos

pinguim disse...

Deve ser uma luta diária e nunca de um só dia!!!

wind disse...

Infelizmente os preconceitos ainda existem.
Beijos

Maria Faia disse...

Olá Papagueno,

Sempre aprendo alguma coisa quando decido dar um passeio pela blogosfera. Agora aprendi que hoje é o dia mundial de luta contra a homofobia.
Mas, meu amigo, e se fizéssemos de todos os dias, dias mundiais contra a discriminação, qualquer que ela seja, a agressão, seja de que tipo for ou a violência?
É. Todos os dias são mundiais e universais.

Um beijo amigo, com votos de Bom Fim de Semana,

Maria Faia

Papoila disse...

Não foste nada animar .. mas é exactamente o que se é .. Mulher ou Homem o resto não interessa nada...

Beijos
BF