quinta-feira, 6 de março de 2008

DINÂMICA SUBTIL


Num ponto qualquer
sensualmente subtil
algo que antes não servia para nada
irradia agora habitada surpresa

António Ramos Rosa

5 comentários:

wind disse...

Maravilha de post! Parabéns:)
beijos

Zé Povinho disse...

Uma imagem boa a ilustrar as palavras de A. Ramos Rosa. Tenho vindo a preciar aqui uma escolha cada vez mais apurada das imagens, e isso agrada-me particularmente.
Abraço do Zé

Marreta disse...

Muito psicadélico!
Saudações do Marreta.

pinguim disse...

A mais bela música de Cohen, para um verso inspirado de Ramos Rosa e com uma imagem perfeita - e linda -para ambos.
Abraço.

gasolina disse...

Essa imagem é uma perdição.
E assenta que nem uma luva nas palavras subtis de Ramos Rosa.

Lindo, Papagueno!

Beijinhos para ti