terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

O ENTRUDO CHOCALHEIRO

Entre o sagrado e o profano, o verdadeiro carnaval tradicional é em Trás-os-Montes.
Os caretos e as matrafonas são endiabrados mas pelo menos aqui não há gatos metidos ao barulho.

Os caretos são jovens da terra vestidos de cores vivas, com chocalhos à cintura e máscaras de latão. estas figuras percorrem a aldeia e ninguém está a salvo das suas tropelias. As moças são são as suas principais vítimas, quando apanhadas são devidamente "chocalhadas". O chocalhar consiste numa espécie de dança que faz os chocalhos bater nas ancas das meninas.


O Carnaval em Podence



Entrudo

Ó entrudo Ó entrudo
Ó entrudo chocalheiro
Que não deixas assentar
as mocinhas ao solheiro

Eu quero ir para o monte
Eu quero ir para o monte
Que no monte é qu'eu estou bem
Que no monte é qu'eu estou bem

Eu quero ir para o monte
Eu quero ir para o monte
Onde não veja ninguém
Que no monte é qu'eu estou bem

Estas casa são caiadas
Estas casa são caiadas
Quem seria a caiadeira
Quem seria a caiadeira

Foi o noivo mais a noiva
Foi o noivo mais a noiva
Com um ramo de laranjeira
Quem seria a caiadeira

José Afonso

10 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Ah! aqui sim, a palavra "entrudo" reencontra as suas raízes chãs, irmanadas na natureza e nos ritos do quotidiano!

Excelente post, meu Amigo!!!!
E com Zeca ...na sua vertente profundamente popular
BRIGADOS!!!!!
BJKAS, Amigo Papagueno!

Anônimo disse...

Tradição é Cultura, é Povo...

O Guardião disse...

A tradição genuina é a beleza de alguns carnavais mais interessantes que ainda subsistem neste país.
Cumps

Papoila disse...

Pois por isso eu gosto do entrudo e detesto carnaval... Coisas diferentes no sentido tradicional.

Beijinhos
BF

Anônimo disse...

Uma tradição que ainda não se perdeu, porque será?
Talvez, quem sabe, pela sua pouca carga emocional. Funciona como um simples on/off das nossas preocupações, faz falta neste mundo cheio de confusão.

pinguim disse...

Também prefiro o vocábulo "Entrudo", do que o generalizado Carnaval; e este nada me diz, a não ser o sofisticado ambiente de Veneza.
Já o Entrudo tradicional das regiões transmontanas é genuíno e puro.
Abraço.

wind disse...

Uma tradição cultural a de Trás-os-Montes.
A música do Zeca é amúsica do Zeca:)
Beijos

Marreta disse...

Este sim, é o Carnaval que eu gosto. À portuguesa e sem samba.
Saudações do Marreta.

ANTONIO DELGADO disse...

O Zeca é sempre bem recordado seja em que circunstancia for...

Um abraço
António

gasolina disse...

Estes caretos ou também conhecidos como máscaros celebram o paganis,o que antecede a Primavera.

As máscaras são todas feitas à mão e de uma beleza grotesca.

Já tive oportunidade de assistir in loco a esta celebração e é terrível no minimo! O barulho chega a arrepiar!

Óptimo apontamento!

Beijos