terça-feira, 22 de abril de 2008

DIA DA TERRA

Hoje é o dia de pensar, que todos os dias, temos que fazer algo para proteger o planeta.

Que importancia terá a economia quando todos os recursos se esgotarem?

"Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar... "

Alberto Caeiro

6 comentários:

wind disse...

Nós o pequeno povo até protegemos o ambiente e reciclamos. O pior são as grandes potencias com as guerras, as armas, as bombas, as experiências nucleares...
Beijos

3vairado disse...

só amar não basta. é preciso saber as consequências dos nossos comportamentos, da nossa cultura.
recordo 3 perguntas feitas noutros tempos, noutros contextos:
- que posso saber?
- que devo fazer?
- o que me é legítimo esperar?

pinguim disse...

Todos os dias são ou deviam ser dias da terra...

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

mais uma vez a Humanidade cumpre calendário...mas hipocritamente acha que fazendo isso está a construir um MUNDO NOVO!!!!
Ainda assim, que o alerta permaneça...
Bjkas!!

Luís Galego disse...

Alberto Caeiro bem convocado...

Um abraço

P.S Foi bom conhecer-te, não obstante o pouco tempo

Vap disse...

Interessante ter escolhido Caeiro, o Poeta da Natureza, para homenagear o Dia da Terra.
"Vivenciar o mundo apenas sentindo".